Monday, 9 April 2012

Not the best start!



Voce que chegou aqui agora, pode estar pensando que esse e o segundo post que eu escrevo. Se você acredita isso, você está errado. Este é, na verdade a terceira atualizacao desse blog.
Infelizmente enquanto eu estava pesquisando o antônimo de "estrangeiro"  para que eu pudesse responder melhor a um comentário de alguem que me perguntou como eu me sentia sobre ter morado no exterior tantas vezes ... o post desaparaceu. Como aquele post inteiro foi apagado, você só tem a minha palavra como referencia: foi ótimo!
Então, vamos lá, Segundo Post, terceira atualizacao:Algumas semanas atrás, numa tentativa desesperada para nao fazer um trabalho de computacao, meu amigo e eu decidimos fazer uma pesquisa no google sobre as nossas mães Literalmente. sobre as nossas maes. Ao fazê-lo eu descobri que a mãe do meu amigo trabalha na Escola Britânica de Bahrein e eu encontrei um link que me levou a uma foto dela no site da escola. Quando chegou a vez dele pesquisar sobre a minha mãe, eu me vi tendo que explicar para ele tudo sobre o blog delae e sobre os seus fieis leitores, ja que a maioria dos resultados do Google foram sobre o blog " out and about".
No final da minha "palestra" de 20 minutos sobre a minha mãe e sua obsessão, restou uma pergunta que eu não era capaz de responder: "Por que sua mãe tem esse blog? Por que as pessoas lêem sobre a vida dela?". Em retrospecto, eu deveria ter inverstigado mais sobre o assunto, mas como nao investiguei e nao consegui uma resposta adequada, aqui estou eu,  escrevendo este post, pela segunda vez em poucas horas, sem ter uma idéia do que vocês gostariam de ler aqui...Assim, por enquanto, vou contar para voces o que eu quero que voces saibam :)Após o incidente estressante " Oh Meu Deus, meu post foi deletado!"  eu saí com quatro amigas para jantar em um restaurante italiano aqui em Bahrein. Durante o jantar, eu fiz questão de mostrar a todos meu blog novo e me gabar das minhas 67 visitas de varios países diferentes! Todas as  meninas que estavam no restaurante, tambem foram  para Oman comigo e nos estavamos no mesmo grupo. Foi todo mundo no blog da minha mae ler a interpretacao dela sobre a minha viagem.

Aqueles  dias foram fisica,  emocional e socialmente dificeis e, conseqüentemente, os dias mais gratificantes da minha vida até agora. Conseguimos superar obstaculos que nenhum de nos se julgava capaz de superar. Tanta foi a adrenalina que nos nem tivemos tempo de  comemorar a nossa chegada ao primeiro " checkpoint". Assim que chegamos, o Dennis que e escoteiro e uma das pessoas mais capazes do grupo, ja foi avisando quantos kilometros mais nos teriamos que andar ate chegar ate o segundo " checkpoint"  , onde nos " teoricamente"  teriamos uma pausa para descanco.
 E la fomos nos, atravessando morros e praias, passando por cavernas e vencendo um a um, os dez " checkpoints" do primeiro dia e os 12 do segundo dia. No final da jornada os tres grupos se reuniram no ponto de chegada, nao antes de ter que subir um morro com inclinacao zero ( Eu não sou uma boa matemática para que eu não sei se isso tem o efeito eu acho que ele tem, isso significa completamente inclinado, certo?). Chegamos e nos sentamos embaixo de uma arvore bonita que nos protegeu do sol, enquanto nos observavamos felizes - apesar de exaustos, a beleza das montanhas e praias que haviamos percorrido.



Those of you reading this may think that this is the second post which I write. If you beleive this, you are wrong. This is, infact, the THIRD blog update which I write. Unfortuantly while I was googling the antonym for the word 'foreigner' so that I could write upa better response to a comment which asked me how i felt abotu being a foreigner so often... As that entire post was deleted you'll just have to take my word for it: it was great! So here we go, Second Blog Update Three:                          


A couple of weeks ago while in a desperate attempt to put of doing any reasearch for our ICT controlled assesment, my friend and I decided to google each other's mothers. Yes, literally. In doing so i discovered that my friend mother worked at the british school of bahrain and i found a link that lead me to a picture of her on teh school website, but when it was his turn to google my mom i found mysewlf having to explain to him all about my mom's blog and her loyal readers, as most of the 'hits' were about "out and about". At the end of my twenty minute lecture about my mom and her obsession i was posed a question i was not able to answer : "why does your mom have this blog, why do people read about her life?". In retrospect i should have further inverstigated this question adn came up with a suitable answer becasue here i am, writting this post for the second time in a few hours, not having a clue what you guys want to know about...


So, for now, i'll let you know waht i want you to know :)


After the stressful omg-blog-got-deleted incident i went out with four lovely girlfriends to have dinner at this little italian restaraunt in Bahrain, during which time i made sure to show them all my new blog and brag about my 67 views in a few different countries! All these girls came to Oman wih me and were infact in my group so they were all exited to read my mom's interpretation of the stories i told them in the post she did about out trip!


Those few days were physically, emotionallly and socially, both the most challenging and consequentially the most rewarding days of my life so far. We were pushed in ways none of us thought we were capable of, we barely had time to think about the remarkable acheivment it was to reach 'checkpoint 1' before one of the fitter people in our group, usually Denis - he's a boy scout, informed us how many more kilometers we had to endure until we reached checkpoint 2 where we were always falsely promised a break. This went on over hills and across beaches, in caves and on highwighs through ten exhausting checkpoints on the first day and twelve on the second until finally all three groups got together after a few killometers of climbing up a hill with a gradient of about zero (i'm not good a math so i don't know if that has the effect i think it has, it means completly upright, doens't it?) to sit underneath a beautiful tree that sheilded us from the sun while leavign the mountains and springs beautifully exposed to us exhausted yet extatic teenagers....

4 comments:

  1. Vá em frente, menina. Às vezes ocorrem desastres, mas tudo acaba por se compor.
    Beijo da Nina
    P.S.
    Retira a confirmação de palavras, please...

    ReplyDelete
  2. Oiee!
    ja pedi pra sua mamis, me ensina como colocar a traduçao no meu blog, sem q eu precise escrever todo o meu post de novo??? please!

    Ahhh, sobre "extrangeiro", fui eu q escrevi, nao repara nao...è q falo em espanhol em casa, o unico contato q tenho com o portugues e no blog, entao, as vzs acabo escrevendo errada, colocando coisas erradas, rrs, quiz dizer: MORAR NO EXTERIOR. rsrs

    bye!

    ReplyDelete
  3. Olá! Eu escrevo o meu blog em inglês e a minha mãe traduz em português porque eu ainda não sei escrever bem o suficiente para expressar tudo que eu quero falar, do jeito que eu quero falar! Se eu achar um site bom para traduzir as coisas, te aviso!

    ReplyDelete
  4. Eu, a fisica nerd e chata - "nao antes de ter que subir um morro com inclinação zero ( Eu não sou uma boa matemática para que eu não sei se isso tem o efeito eu acho que ele tem, isso significa completamente inclinado, certo?)."

    Não, na verdade inclinação zero quer dizer que não tem inclinação nenhuma, se você quer dizer que tinha muita diga que era de 90 graus... =)


    Nao me xinga... ou me xinga... o blog eh seu...

    ReplyDelete